Apesar de reagir, mata cachorro do Vida Nova é preso pela Polícia...

Apesar de reagir, mata cachorro do Vida Nova é preso pela Polícia Militar

COMPARTILHAR
Imagem ilustrativa

Fabson Allan Souza da Silva, de 32 anos, foi preso pela Polícia Militar neste domingo (30), como autor confesso de envenenamento e morte de cães no Jardim Vida Nova, crime racial e desobediência entre outros agravantes. Por volta de 16h30 policiais militares foram acionados por um morador no bairro denunciando que o vizinho havia envenenado seu cão.

Ao atender o caso a equipe da PM encontrou um cão morto e outro agonizando, sendo que ao abordar Fabson, este confessou ter envenenado os animais com veneno de matar rato colocado em pedaços de carne assada. Ele também é acusado de quando abordado e questionando pelo dono de um dos cães envenenados, ter agido com deboche dizendo “além de dono do cachorro é preto?”.

Diante dos policiais ele confessou os envenenamentos, mas ao saber que seria preso passou a reagir recusando a apresentar documentos. A esposa por sua vez, franqueou a casa aos policiais que apreenderam substância que segundo a esposa era o veneno. Partindo para a reação física o homem precisou ser imobilizado e algemado até ser entregue na Depac-Centro onde foi autuado em flagrante.