Assaltantes dos Correios em Coxim se rendem durante negociação

Assaltantes dos Correios em Coxim se rendem durante negociação

COMPARTILHAR
Após liberar reféns, dupla se rende ajoelhada. (Fotos: PC de Souza/EdiçãoMS)

Durante quase duas horas Ezequiel de Matos Silva e Thiago Ferreira da Silva, ambos de 32 anos mantiveram o gerente e duas funcionárias dos Correio na cidade de Coxim como reféns, após tentativa frustrada de roubo. Acionadas por uma funcionária, as Polícias Militar e Civil cercaram a agência e iniciaram negociação com os assaltantes.

Percebendo que não teriam chance de escapar, a dupla já com a presença de advogado no local passou a liberar os reféns, gerente e duas funcionárias. Inicialmente foi liberada uma funcionária em seguida a segunda carregando as armas dos bandidos e por fim eles se entregaram de mãos na cabeça e ajoelhando em frente a agência.

Consta que a dupla seria de Primavera do Leste, em Mato Grosso. Durante a negociação os dois homens exigiram a presença de um advogado e um defensor público e só então se entregariam. O pedido foi atendido através de familiares, pelo advogado Rafael Garcia de Lemos e pelo defensor público Cristiano Lobo.

Dupla será entregue para a PF

Conforme o jornal Edição MS, a negociação foi conduzida pela Polícia Militar, a primeira a chegar no local, pois o 5º BPM está distante uma quadra da agência dos Correios. Também as polícias Civil e Rodoviária Federal trabalharam no local em seguida ocupado pela Perícia.

Para o assalto, a dupla usou um revólver de calibre 38 e uma pistola airsoft, com as quais entraram na agência e renderam os três funcionários, mas não conseguiram consumar o roubo, pois o gerente e outra funcionária perceberam a ação e dissimularam os ladrões.

A funcionária que não figurou como refém, chegou ao local de trabalho após o almoço, quando foi tratada de forma diferente pelo gerente. Como não estava uniformizada, o gerente a tratou como cliente, informando que a agência só abriria às 14 horas. Ela estranhou, saiu da agência, tentou contato com o gerente e como não conseguiu, acionou a polícia. A dupla posteriormente será entregue para a Polícia Federal.