Cabo da Polícia Militar mata capitão dentro de Batalhão

Cabo da Polícia Militar mata capitão dentro de Batalhão

COMPARTILHAR
A cabo e o capitão trabalhavam no mesmo quartel.

A cabo da Polícia Militar de São Paulo Merlyn Aparecida Cruz matou o capitão dentista Marcos Ono Honda com dois tiros, na manhã desta terça-feira (12). O crime aconteceu por volta de 9h, dentro do quartel do 3° Batalhão de Choque da Polícia Militar, na rua Amambaí, localizado na Vila Maria, zona norte da capital paulista, onde os dois trabalhavam.

Os disparos atingiram o capitão na barriga e no pulso esquerdo. Ele morreu no local. O corpo permaneceu no Batalhão o final da tarde esperando a perícia. As circunstâncias do crime estão sendo apuradas. Merlyn foi presa em flagrante e prestou depoimento praticamente quase todo o dia.

A motivação do crime ainda é desconhecida e de acordo com a Secretaria de Segurança do Estado de São Paulo, o próprio Batalhão no qual Merlyn e Marcos trabalhavam será responsável pela investigação, pois se trata de um crime militar e a Polícia Militar lamenta profundamente o fato.