DECO prende piloto que alegou ter sido sequestrado em Paranaíba

DECO prende piloto que alegou ter sido sequestrado em Paranaíba

COMPARTILHAR
Piloto Edmur, preso na casa dele.

Policiais da Delegacia Especializada de Combate ao Crime Organizado (DECO) estão em Paranaíba onde realizam a Operação Ícaro, na fase Rota Caipira. A ação chefiada pela delegada Ana Cláudia Medina, trata apura o suposto caso de sequestro do piloto Edmur Guimara Bernardes. De vítima a suspeito, o piloto está preso juntamente com o zelador do hangar de onde o avião foi retirado. Estão sendo cumpridos vários mandados de busca e apreensão na cidade e em uma fazenda no município.

A DECO realiza a operação em conjunto com a Delegacia Regional de Paranaíba e 1ª DP da cidade. Investigações levantaram contradições, inclusive técnicas, nas declarações do piloto Edmur. Com base em análise sobre o que ele declarava, foi possível definir que mentia, pois a DECO conta com piloto policial além de perícia realizada nos instrumentos da aeronave “roubada” e que teria sido “recuperada” pelo piloto sequestrado em casa e obrigado a levar desconhecidos ao Paraguai e dali para a Bolívia.

Com a prisão do piloto Edmur e do zelador do hangar, contratado pela prefeitura, a situação começou a ser esclarecida. Os investigadores ainda não divulgam o desfecho da apuração, pois ainda estão sendo cumpridos mandados de busca no aeroporto, nas residências do piloto e familiares, do zelador e ainda em uma fazenda.

Edmur Guimara Bernardes