DERF age rápido e prende dupla que furtava fios de cobre na...

DERF age rápido e prende dupla que furtava fios de cobre na área central

COMPARTILHAR
Cabo furtados, dinheiro fácil para o ladrão e mais ainda para o receptador.

A Polícia Civil, através da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos – DERF, analisou 67 ocorrências de furto de fios registradas pela OI entre dezembro e janeiro. Foi então montada uma equipe especialmente para apurar a sequência desse tipo de crime.

Investigadores e delegado intensificaram ações com a finalidade de cessar a modalidade criminosa que já afetou empresas e pessoas, como é o caso do prefeito da Capital que acabou impedido de inaugurar instrumento público. Também entre as vítimas, hospital em Terenos, Delegacias, e outros serviços, como centro de diagnóstico da Rui Barbosa com esquina com XV de Novembro, estabelecimentos comerciais e residências.

A sequência de investigação levou os policiais a surpreenderem os ladrões, indivíduos de quem a polícia por força de lei entabulada por legisladores federais e seus apoiadores, não podem mostrar imagens ou nomes verdadeiros, o que ajudaria a população a se prevenir. Foram apanhados em flagrante os indivíduos  conhecidos no submundo pelas alcunhas de “PUNCK” e “MAC-DONALDs”.

A dupla foi apanhada furtando e revendendo fios para NV, receptador que também está protegido pela mesma lei que protege os ladrões. A dupla foi autuada pelo furto e o comprador por receptação, o que deve fechar ao menos por algum tempo a modalidade desse tipo de crime.

“PUNCK” não fez cerimônia e confessou outros quatro furtos na região central de Campo Grande, bem como, para ajudar a polícia, indicou seus receptadores e outros que conhece, os quais serão buscados no decorrer das investigações.

O último furto da dupla, deixou sem internet e telefone 200 pessoas no centro de Campo Grande, um prejuízo incalculável. Em contrapartida, o furto rendeu R$ 156 por 8 quilos de cobre que ao receptador porvávelmente renderia quatro a cinco vezes mais.