Dupla que matou PM aposentado é presa no Paraná e trazida para...

Dupla que matou PM aposentado é presa no Paraná e trazida para MS

COMPARTILHAR
Cosme e Clailton são interrogados e devem reconstituir crime. (Foto:NovaFogo)

Policiais Civis do SIG (Seção de Investigações Gerais) da Delegacia de Nova Andradina, recambiaram os dois indivíduos presos acusados de matarem o policial militar da reserva Jonas Rufino da Silva (54), morador em Nova Andradina. O policial foi executado com um tiro na nuca na noite de sábado (24), no sítio dele localizado no Assentamento Aldeia 2, no município de Bataguassu.

Cosme Santos da Silva (22), o “Vaqueiro” e Clailton Silva Santos, de 22 anos, são moradores de Nova Casa Verde, distrito de Nova Andradina e confessaram o crime. A arma utilizada no latrocínio (roubo seguido de morte) espingarda calibre 28, foi apreendida pelos investigadores de Nova Andradina no Assentamento Teijin. A arma estava de posse de indivíduo a princípio detido e levado para Bataguassu.

Os criminosos roubaram a camionete S-10 e o celular da vítima. A Polícia Civil de Bataguassu, onde estão concentradas as investigações, segue ouvindo testemunhas e realizando diligências.

O delegado do SIG de Nova Andradina, Guilherme Scucuglia Cézar, disse ao portal Jornal da Nova, que ao ser comunicado do crime, a equipe nova-andradinense iniciou as diligências. “Por ser uma cidade próxima e assentamentos próximos, apuramos que os suspeitos seriam da nossa região, foi então que localizamos, com apoio da Polícia Civil de Paranavaí, no Paraná, o veículo da vítima e os autores do crime”. A dupla disse a policiais que queria lucrar com a venda da caminhonete da vítima.