É um assalto, critica senador de Mato Grosso sobre as cobranças da...

É um assalto, critica senador de Mato Grosso sobre as cobranças da Energisa

COMPARTILHAR
Imagem meramente ilustrativa.

O senador Jayme Campos (DEM) de Mato Grosso, fez duras críticas ao trabalho da Energisa, concessionária que faz a distribuição da energia elétrica no estado. Na reunião da Comissão de Infraestrutura do Senado, Jayme afirmou que a atuação da empresa é “praticamente um assalto”.

A questão foi debatida na Comissão após o senador Marcos Rogério (DEM-RO) pedir uma diligência externa da atuação da Energisa em Rondônia e apurar “eventuais irregularidades na troca dos medidores do consumo”, por causa do alto número de reclamações dos consumidores na região.

Jayme afirmou que a situação é parecida com a que acontece em Mato Grosso. “É praticamente um assalto o que eles fazem. Tem consumidores até entrando com mandado de segurança porque, da noite para o dia, percebem que a conta triplicou”.

O senador ainda enfatizou que não são casos isolados. “A reclamação em meu estado é gigantesca. Os aumentos se dão de acordo com o tamanho do consumidor, R$ 50 de uns, R$ 100 de outros, confiando que vão passar despercebidos ou até que alguns não tenham capacidade jurídica de buscarem seus direitos”.

Campos afirmou também que levará comprovantes dos abusos nas cobranças para análise na Comissão de Infraestrutura, porque é preciso fazer algo em relação a esse problema. O jornal Gazeta Digital tentou contato com a assessoria da Energisa, mas não obteve resposta.

Fonte: Gazeta Digital/Agência Senado