Governo Paraguaio toma medida drástica e suspende atividades por conta do coronavírus

Governo Paraguaio toma medida drástica e suspende atividades por conta do coronavírus

COMPARTILHAR
Governo adota medidas como prevenção.

O governo paraguaio decidiu na tarde desta terça-feira (10) suspender as aulas por duas semanas em todos os níveis em todo o país. A decisão governamental foi tomada após a confirmação do segundo caso de coronavírus no país.

Depois da reunião de quase duas horas com a presença do presidente Mário Abdo Benitez, o Marito, do presidente do Congresso, Blas Llano, e o da Câmara dos Deputados, Pedro Alliana, além do presidente do Supremo Tribunal de Justiça, Alberto Martínez Simón, de ministros e autoridades de saúde, educação e Imigração a medida foi comunicada em uma coletiva de imprensa no Palácio de Governo.

Marito disse que as medidas são drásticas, mas necessárias e que serão chamados os representantes da sociedade e com a orientação de especialistas e dentro das normas de segurança internacionais novas decisões serão tomadas. “Não temos experiência, mas fazemos isso com a melhor predisposição e o compromisso de impedir a disseminação do coronavírus”, afirmou o presidente.

O ministro da Saúde, Julio Mazzoleni, disse que estão suspensos por até 15 dias eventos públicos ou privados de participação em massa, atividades religiosas, esportivas, políticas e realizadas em locais fechados, como cinemas, teatros e centro de convenções.

Ele também explicou que foi decidido suspender as atividades educacionais por 15 dias, enquanto as atividades esportivas serão realizadas sem a presença de público. O ministro da Educação, Eduardo Petta, esclareceu que a suspensão das aulas nas universidades públicas e privadas dependem dos reitores de instituição de ensino, mas algumas universidades já estão tomando medidas de suspender as aulas.

Em Assunção Universidade Católica já anunciou que suspenderá todas as suas atividades, já a niversidade Nacional de Assunção ainda não se pronunciou. Em Pedro Juan Caballero e Ciudad Del Este, a Universidade Central do Paraguai (UCP) anunciou que as aulas serão suspensas e que os alunos terão as matérias ministradas por meio da Educação á Distância dentro das plataformas virtuais da instituição.

Petta disse que a situação pode ser pior quando o frio chegar, mas eles esperam que a medida reduza a propagação do vírus. Nesta terça-feira foi confirmado o segundo caso de coronavírus no Paraguai.

Um homem de 83 anos que veio da Argentina. O primeiro caso tinha sido de uma pessoa de 32 anos que foi do Equador para o Paraguai. A COMEBOL ainda não se reuniu para decidir o que será feito em relação a Copa Libertadores da América e outras competições envolvendo equipes da América do Sul. A sede da entidade fica em Luque na região metropolitana de Assunção.