Idoso que matou jovem é preso em operação da polícia paraguaia

Idoso que matou jovem é preso em operação da polícia paraguaia

COMPARTILHAR
Agustin cometeu crime com o filho que segue foragido. Foto: Porãnews

Antônio Coca

Agustin Ovelar (61), foragido da justiça após executar e ocultar o cadáver de Josué Cardozo Martinez, 22 anos, foi preso durante operação de equipe da Divisão de Investigações Criminais de Casos Puníveis da Polícia Nacional do Paraguai, na cidade de Capitan Bado, fronteira com o Brasil por Coronel Sapucaia.

Agustin, que em companhia de seu filho teriam executado o jovem encontrado em estado de decomposição na região da colônia Piray no distrito de Capitan Bado no dia 9 de outubro deste ano. O cadáver foi encontrado após Josué ser dado como desaparecido durante três dias.

Segundo as investigações, Agustin Ovelar e seu filho Bonifácio Ovelar Paredes, de 21 anos, seriam os autores da execução e ocultação do corpo que acabou sendo encontrado por populares que comunicaram o fato aos investigadores da polícia que durante as investigações acabaram indicando que pai e filho seriam os autores da execução.

Agustín foi preso por volta de 8h30 desta quinta-feira (26) quando transitava pela região da Colônia Mariscal Lopez, sendo abordado pelos investigadores coordenados pelo comissário Feliciano Martinez da Polícia Nacional do Paraguai em Pedro Juan Caballero. Já o filho comparsa continua foragido e procurado pela polícia paraguaia.