Incidente com ultraleve em Três Lagoas não prejudicou operações no aeroporto

Incidente com ultraleve em Três Lagoas não prejudicou operações no aeroporto

COMPARTILHAR

O incidente ocorrido no final da tarde deste sábado (30), no Aeroporto Comandante Plínio Alarcon, em Três Lagoas, não chegou a prejudicar operações no local. O avião que havia pilonado (capotado de frente) sem provocar vítimas, a pedido do proprietário foi colocado na posição normal com ajuda do Corpo de Bombeiros e removido para o pátio de aeronaves.

O avião ultraleve matrícula PU-EMJ havia acabado de pousar quando por razões desconhecidas capotou. O proprietário e piloto Antônio Carlos Pancote, sem nenhuma lesão, saiu normalmente da aeronave. Equipes do Corpo de Bombeiros foram acionadas, pois inicialmente a informação era de acidente grave. Sem vítima no incidente, os Bombeiros realizaram a prevenção no local até a remoção da aeronave.

As circunstâncias do incidente serão apuradas, constando que a aeronave taxiava normalmente quando ocorreu o problema, não sendo afastada possibilidade de pane no trem de pouso dianteiro. O caso deve ser comunicado à ANAC – Agência Nacional de Aviação Civil.