Latrocida de Três Lagoas em liberdade, assalta mulher em Dourados e é...

Latrocida de Três Lagoas em liberdade, assalta mulher em Dourados e é preso

COMPARTILHAR
Com mais de 100 anos nas costas por roubo, já solto, assaltou mulher.

Antônio Coca

Na manhã desta terça-feira (11), por volta 8h em frente a uma faculdade na Vila Progresso em Dourados, uma jovem foi assaltada, ameaçada e teve seu celular roubado. A vítima em seguida acionou o Ciops e relatou o roubo informando que o assaltante estava em uma bicicleta roxa e trajava calça jeans.

A Central Integrada de Operações de Segurança – Ciops, passou o caso para equipes de viaturas em rondas pela região do Jardim João Paulo II. Pouco tempo depois uma equipe localizava, abordava e prendia um homem de 47 anos com as características apontadas.

Entrevistado ainda na rua, ele acabou confessando o roubo, alegando ter roubado porque não conseguia emprego. Os policiais constataram ainda que o indivíduo é elemento perigoso, inclusive usando tornozeleira eletrônica.

Atualmente o assaltante, de quem os policiais não podem revelar o nome por força de lei imposta pelos legisladores federais, responde por um latrocínio – matou para roubar – que cometeu em 1998 em Três Lagoas. Pelo crime, ele foi condenado a 108 anos de prisão, pois matou uma vítima durante assalto a uma farmácia de onde roubou R$ 8 mil. O caso foi repassado para a Polícia Civil.