Matagal cobre túmulos e expõe descaso com familiares de sepultados em Dourados

Matagal cobre túmulos e expõe descaso com familiares de sepultados em Dourados

COMPARTILHAR
Mato e lixo mostram abandono do local.

Os cemitérios municipais de Dourados estão mais uma vez em estado de abandono. Com matagal cobrindo túmulos, familiares de sepultados sofrem com o descaso do Poder Público. O local, que deveria assegurar dignidade e respeito nos momentos de maior sofrimento, acaba por aumentar a dor da despedida aos entes queridos. Ver um familiar sendo enterrado num lugar abandonado pelo serviço público faz aumentar o desalento de perder quem se ama.

Nesta semana o vereador Fabio Luís visitou os cemitérios Bom Jesus e Santo Antônio de Pádua, constatando a denúncia de populares. Logo à entrada observa-se a falta de manutenção do canteiro e ornamentos. Nas laterais, restos de galho e folhagem marcam a vista e aumentam o risco de proliferação de insetos.

Na parte interna do cemitério, chama atenção o acúmulo de folhas nos calçamentos e a falta de recolhimento de mato aparado na entrada. Na área mais distante do portão de acesso, aos fundos do cemitério, o matagal é tão alto que impede a vista de túmulos mais baixos. Transitar entre os jazigos é tarefa difícil, sobrando ainda a tarefa de remover os carrapichos que ficam presos na barra da calça e sapatos.

“É lamentável ver tamanho descaso com a memória de quem fez parte do desenvolvimento da cidade. As vidas ali sepultadas um dia estivem entre nós pagando impostos e servindo o município em diversas atividades. Estou encaminhando à Semsur um pedido urgente de limpeza e reparo dos cemitérios, em respeito às famílias que tiveram seus entes queridos sepultados e em respeito ao passado de Dourados. Não podemos tolerar mais tamanho desprezo”, afirmou o parlamentar.

O contrato milionário com a Litucera Limpeza e Engenharia Ltda. foi formalizado no último final de semana e já contempla o quadro de prestação de serviço no Município.