Mulher que matou o filho após o parto é presa em Dourados

Mulher que matou o filho após o parto é presa em Dourados

COMPARTILHAR

Antônio Coca

A Polícia Civil de Dourados prendeu uma mulher que trabalha em um salão de beleza na região do BNH 4ª Plano e que teria matado o filho recém-nascido na semana passada. Depois de várias tentativas de aborto ela teria escondido a gravidez da família e dos amigos e na manhã do dia 17 de outubro entrou em trabalho de parto e depois de dar a luz acabou enrolando o cordão umbilical no pescoço do menino que foi morto por asfixia. O SAMU ainda tentou socorrer a criança, mas ela chegou morta ao Hospital Universitário.

A mulher que não teve o nome revelado foi ouvida na Delegacia de Atendimento a Mulher a DEAM, onde confessou o crime e os peritos chegaram a encontrar a placenta em um saco de lixo no jardim de inverno do salão e foi levada para o IML de Dourados.

Inicialmente, no dia do parto a mãe disse que a criança tinha nascido e morreu em seguida, mas diante das evidências e das investigações, ela acabou confessando que matou o bebê com o cordão umbilical. O que mais chamou a atenção dos policiais foi à frieza com que ela confessou o crime.

Durante parte do depoimento, ela comia uma marmita enquanto revelava como matou o menino que nasceu com quase três quilos e meio e não mostrou nenhum arrependimento.

O pai da criança que teria incentivado o aborto também será intimado para depor e deverá ser indiciado. O caso ainda segue em investigação e a perícia apontou que a criança morreu por asfixia. A jovem já foi indiciada por homicídio qualificado.