Oficina mecânica funcionava como deposito de droga em Ponta Porã

Oficina mecânica funcionava como deposito de droga em Ponta Porã

COMPARTILHAR
Traficantes seguem tentando "inovar".

Três homens foram presos nesta terça-feira em uma oficina mecânica no Jardim Marambaia que funcionava com local para armazenamento de droga em Ponta Porã. Os investigadores da Delegacia Especializada em Crimes de Fronteira (DEFRON) descobriram que a oficina funcionava apenas como fachada para o tráfico de droga.

Foram apreendidos dezenas de tabletes de maconha que pesaram ao todo 356 quilos e ainda alguns sacos de Skank, a supermaconha, que totalizaram 26 quilos da droga. Segundo o delegado Rodolfo Daltro, o skank tem um grande valor de mercado e por isso vem se tornando mais frequente a apreensão deste tipo de entorpecente, com grande procura e garante um lucro bem maior para os traficantes.

De acordo com a DEFRON, os presos foram identificados apenas como Gregório de 40 anos, morador no Marambaia, Alcides Leonardo de 28 anos, morador na Cophafronteira e Alfredo Emerson Rojas de 43 anos, morador em Pedro Juan Caballero. O trio foi levado para a sede da DEFRON onde um deles foi identificado como foragido. Todos foram autuados por tráfico e associação ao tráfico de drogas.

Em menos de 24 horas, duas grandes apreensões de maconha e skank foram efetuadas pela DEFRON em Ponta Porã e uma em Coronel Sapucaia com a prisão de sete pessoas.