Operação do GAECO “mira” licitações em Rio Brilhante

Operação do GAECO “mira” licitações em Rio Brilhante

COMPARTILHAR
Computadores e documentos apreendidos na prefeitura

Antônio Coca

Processos licitatórios da prefeitura de Rio Brilhante estão na mira de uma operação desenvolvida na manhã desta quarta-feira pelo GAECO e pela Polícia Civil de Rio Brilhante e Dourados. Vários mandados de buscas, apreensão e prisão temporária de Ademir Belarmino da Silva dono da empresa Tradição Móveis em Dourados foram cumpridos.

Cumprido um mandado de prisão.

Desde a manhã de hoje policiais estão na sede da prefeitura de Rio Brilhante de onde já foram levados documentos e computadores do Departamento de Compras. Pelo menos duas pessoas teriam sido levadas para a Polícia Civil daquela cidade e estão sendo ouvidas.

As fraudes teriam acontecido nos anos de 2017 e 2018 e o prefeito Donato Lopes (PSDB) em uma nota emitida há pouco disse que espera ver o caso esclarecido e que não permite desvio de conduta dentro da administração dele. A Promotoria de Justiça de Rio Brilhante que acompanha o caso ainda não se pronunciou.

Muitos documentos apreendidos