Operador de “Cabeça Branca” usava nome falso, mas esposa e filho não...

Operador de “Cabeça Branca” usava nome falso, mas esposa e filho não sabiam

COMPARTILHAR
DECCO implodiu castelo do falso magnata.

Charles Miller Viola, de 41 anos, é o verdadeiro nome do sócio e operador do narcotraficante Luís Carlos Da Rocha, o “Cabeça Branca”, até então procurado como Carlos Roberto da Silva, preso na noite deste domingo (16), em uma barreira policial quando tentava fugir na região norte do Estado. Ele era procurado há mais de 20 anos.

Charles foi preso pela equipes da Dracco (Departamento de Repressão à Corrupção e ao Crime Organizado), que desde as primeiras horas da manhã desta segunda-feira (17), cumpre mandados de busca e apreensão na mansão de Charles em um condomínio de luxo, na cidade de Dourados.

Charles tem vasto rosário de prisões, entre as mais entre as mais recentes, em 2018, em Ponta Porã por agentes da Polícia Federal cumprindo mandados da 3º Vara Federal de Campo Grande.

Enganou mulher e filho

Nem a mulher e filho de Charles sabia seu verdadeiro nome, o conheciam como Carlos Roberto. Ele estava em Dourados e região desde 2010 e era conhecido como administrador e produtor rural bem sucedido.