PM fecha o cerco a traficantes na Capital

PM fecha o cerco a traficantes na Capital

COMPARTILHAR
Abordagens e prisões (Ilustração)

A Polícia Militar intensifica em diferentes frentes, operações de combate ao tráfico de drogas tanto no comércio local como o chamado formiga em que “mulas” (pessoas a serviço de traficantes) circulam ou passam pela cidade transportando entorpecentes. Só na madrugada desse domingo (7), três pessoas foram apanhadas em flagrante, uma atuando junto à conveniência e duas, (uma delas reincidente) deixando a cidade com drogas nas bagagens.

Pouco depois de 3h30 policiais militares suspeitaram de um indivíduo parado diante de uma movimentada conveniência localizada na Rua Antônio Maria Coelho e o abordaram. Revistado, Lucas Eduardo Ramalho (27), foi apanhado com porção de maconha em um bolso da calça, tendo de pronto dito aos policiais que há tempos vende drogas pois está desempregado.

Questionado se possuía mais droga, respondeu que sim, levando a equipe da PM até uma casa na rua Estevão de Mendonça, onde guardava o que definia como mercadoria. Na casa foram apreendidos vários tabletes de maconha e três pedras de crack, materiais para preparo de entorpecentes, balança e outros petrechos, sendo os materiais recolhido à Denar e Lucas encaminhado para a Depac-Centro.

Saindo da cidade

Ação conjunta entre Força Tática do 9ºBPM e 11ª Companhia, resultou na prisão de duas mulheres que em horários diferentes deixavam Campo Grande rumo à Goiânia e Brasília transportando drogas. Em um ônibus da Viação São Luiz do itinerário Campo Grande Goiânia, abordado na Avenida Assaf Trad, os policiais prenderam Aretha Regina Almeida (23).

A passageira não soube a razão da viagem, sendo em seguida constatado nos registros da polícia, que Aretha quando adolescente, havia sido apreendida com entorpecente. Em seguida, na bagagem dela, a equipe da PM encontrou droga que afirmou estar levando para Goiás.

Ela estava com 12 tabletes de maconha pesando quase 10 quilos, além de duas trouxinhas de cocaína. A mulher disse ter comprado a maconha por R$ 300 o quilo, de um homem que não sabe o nome, sendo em seguida encaminhada para a Polícia Civil.

Em outro ônibus da Viação São Luiz e que fazia a linha Campo Grande Brasília, as equipes da Força Tática prenderam Jessica de Assunção Oliveira, de 25 anos. Ela estava com 19,5 quilos de maconha em tabletes divididos em duas malas e disse que levaria para São Luiz, no Maranhão. Jessica afirmou ter sido contratada por um desconhecido que lhe dera R$ 6 mil para pagar a droga em Ponta Porã, e receberia R$ 2 mil pelo transporte.

Tabletes e porções em bagagens e “estoque”.