PM prende traficante que usava táxi para o crime sem que o...

PM prende traficante que usava táxi para o crime sem que o taxista soubesse

COMPARTILHAR
A "pedra" que segundo "Alemão", seria vendida para "Fefê".

Entre a sequência de ações e prisões ocorridas pela Polícia Militar durante a Operação Tiradentes, está a prisão de um traficante que para não despertar suspeita, agia utilizando serviço de táxi como simples passageiro. O esquema caiu por volta de 3h da madrugada quando o indivíduo faria mais uma entrega, mas acabou surpreendido pela Força Tática II do 1º BPM.

Na ação, foi preso em flagrante Reinaldo Ribas Benites (36), o “Alemão”. Os policiais levantaram informação de que um indivíduo conhecido como “Alemão” faria uma entrega de drogas na rua Dos Barbosas, no Bairro Amambaí, e que o traficante tinha por hábito usar táxi para a esquema.

Em patrulhamento de checagem na região, os policiais avistaram um taxi Siena e resolveram abordá-lo, quando o passageiro se mostrou inquieto. Inicialmente o motorista foi questionado e relatou ter embarcado o passageiro em um hotel em frente a antiga rodoviária, o que já serviu de indicativo para aumentar suspeita de estarem próximo ao denunciado, sendo Reinaldo “Alemão”, o passageiro.

Nos registros policiais a equipe do Tático II não constatou nenhuma alteração sobre o taxista, mas quanto a “Alemão”, registro de várias passagens pela polícia, inclusive por tráfico de drogas. Além de um celular bloqueado, Reinaldo tinha em um dos bolsos uma “pedra” bruta de crack com quase 100 gramas e que poderia lhe render várias dezenas de porções a serem comercializadas ou mesmo vendida como estava.

Embora tenha afirmado aos policiais que comprou a droga na rodoviária velha, ele não apontou quem seria o vendedor. Quanto ao comprador, indicou que seria uma mulher conhecida como “Fefê”, que lhe pagaria na entrega, perto de R$ 1 mil, dinheiro do qual tiraria o valor da corrida. “Alemão” foi encaminhado com a droga para a Polícia Civil e autuado em flagrante.