Polícia Civil pende vendedor de veículos roubados e clonados no sistema bob

Polícia Civil pende vendedor de veículos roubados e clonados no sistema bob

COMPARTILHAR
Cabriteiro segue na carceragem da Depac-Centro.

Apurando um caso de receptação ocorrido ano passado em que uma mulher foi presa com um Jeep Compass furtado, investigadores da Polícia Civil não só chegaram ao vendedor, como o apanharam em flagrante com uma caminhonete roubada no Estado de São Paulo. A descoberta resultou na prisão de Jansen, 36 anos, apanhado na noite desta segunda-feira (12) em seu apartamento na rua Visconde de Pirajá, Bairro Nossa Senhora das Graças em Campo Grande.

No ano passado uma mulher foi presa com o Jeep quando afirmou ter comprado de Jansen por R$ 25 mil. Localizado, ele confirmou ter efetuado a venda, mas que teria recebido apenas R$ 19 mil, nada a princípio sendo esclarecido sobre a origem do veículo.

Ainda no condomínio Jansen foi questionado pelos policiais se estaria com algum veículo, mas alegou “estar a pé” não possuir veículo algum, não imaginando que os investigadores já sabiam de uma caminhonete Ranger na garagem destinada a ele no condomínio.

Ele alegava desconhecer a Ranger com placas PXH3J75, até que sua esposa apresentou as chaves do veículo confirmando pertencer a ele. O veículo está cadastrado como roubado na cidade paulista de São Carlos.

Bob

Jansen então confessou integrar um grupo por aplicativo que atua na compra e venda de veículos furtados/roubados ou com mandados de buscas e apreensão. Esses veículos são adulterados ou clonados e repassados para terceiros, a maioria sabendo da trama e que os utiliza até eventual apreensão pela polícia, quando então alega desconhecimento de procedência. Jansen foi preso e autuado em flagrante de receptação e será indiciado no caso anterior.