Sargento é morto por Cervo em viveiro de quartel do Exército no...

Sargento é morto por Cervo em viveiro de quartel do Exército no Paraguai

COMPARTILHAR

Na madrugada de segunda-feira, (3), o sargento de infantaria Víctor Isasi, cumpria seu turno de guarda em Mburuvicha Róga. No local a função do militar era controlar o habitat dos animais, mas, não cuidar deles, como explicou Víctor Urdapilleta, da Diretoria de Comunicação Social das Forças Armadas do Paraguai.

Consta que a certa altura ele entrou na área ocupada pelos animais e foi atingido por um dos cervos. Posteriormente, foi transferido para o Hospital Rigoberto Caballero, onde onde foi estabilizou, sendo em seguida  transferido para o Hospital Militar. Entretanto, por volta das 19h10, sofreu uma parada cardiorrespiratória e morreu. A causa da morte foi definida como problema cardíaco, trauma torácico fechado e lesões perfurantes causadas pelo veado.

“Fui com segurança controlando aquele setor naquela hora da noite onde de certa forma ele se desloca do posto de guarda para o habitat, abordava os animais, dá para ver que ele levanta a mão e aí a reação do veado toma conta lugar. “Disse Urdapilleta.

Ele indicou que a responsabilidade do sargento era manter a vigilância e o controle da área, mas não cuidar dos animais. “Ele não precisava ir lá, podia controlar de lá, por razões desconhecidas ele se aproxima do local, o que percebi é que ele levanta a mão”, disse. As imagens do ocorrido estão à disposição do Ministério Público para investigação.