Soraya Thronicke entrega R$ 3,3 milhões a Maracaju e anuncia máquinas de...

Soraya Thronicke entrega R$ 3,3 milhões a Maracaju e anuncia máquinas de hemodiálise

COMPARTILHAR

Ao cumprir agenda em Maracaju (MS) no último sábado (31), a senadora Soraya Thronicke (PSL/MS) entregou emendas parlamentares individuais no total de R$ 3,30 milhões, dos quais R$ 2,88 milhões são de sua autoria, no período de 2020 e 2021. No caso de 2020, foram R$ 1,70 milhão para a construção do CAP (Centro de Atenção Psicossocial) do município e para o combate à Covid-19, enquanto em 2021 são mais R$ 1,17 milhão para o custeio da saúde básica do município.

Soraya Thronicke explicou ao prefeito Marcos Calderan (PSDB) e ao presidente da Câmara de Vereadores, Roberto Ziemann (PSDB), que o atendimento adequado em saúde mental contribui para reduzir o número de suicídios no Brasil, pois, dados do Ministério da Saúde mostram que nos municípios onde há CAPs (Centros de Atenção Psicossocial) a taxa de suicídios diminui em 14%. “Fico grata pela oportunidade de poder ajudar nesta questão tão importante que é a saúde mental das pessoas. “É com muito carinho que estou aqui e em breve estarei de volta para inaugurar esse espaço tão importante”, reforçou.

A senadora sul-mato-grossense aproveitou a oportunidade e parabenizou o secretário municipal de Saúde, Thiago Caminha, e toda a equipe pelo empenho na saúde. Ela reforçou o apreço pelo município “Quero dizer que podem contar comigo para ajudar Maracaju cada vez mais, pois ajudando o município, nós ajudamos o nosso Mato Grosso do Sul também. Meu carinho por Maracaju é enorme, pois tive uma votação mais expressiva no município e, em termos percentuais, foi a minha maior votação no Estado. Também faço questão de lembrar que o meu coração está em Maracaju porque a família do meu marido é toda do município. A população de Maracaju pode acreditar que sempre vai poder contar comigo, o meu gabinete em Brasília está de portas abertas para os representantes políticos daqui, pois acredito muito no potencial daqui”, disse.

A unidade do CAP será construída no Jardim Guanabara e terá um prédio amplo, capaz de atender mais pacientes com problemas psiquiátricos e dependência química. O Centro tem como objetivo a recuperação mental dos pacientes e a integração deles com a família e a comunidade, pois, atualmente, 17 pacientes de Maracaju estão internados em clínicas psiquiátricas fora do município. Com a unidade, a cidade terá um espaço com uma equipe multidisciplinar, com médicos, enfermeiros, psicólogos, assistentes sociais, dentre outros, para que as pessoas possam ser recuperadas, ter uma vida normal e sejam reinseridas no mercado de trabalho.

Centro de hemodiálise

Preocupada com a área da saúde de Maracaju, a senadora Soraya Thronicke também anunciou a destinação de uma emenda no Orçamento Geral da União do próximo ano para a aquisição de equipamentos para a implantação de um centro de hemodiálise no município. Imediatamente, o vereador Robert Ziemann assumiu o compromisso de economizar recursos do duodécimo do Poder Legislativo para contribuir com a concretização desse espaço, pois esse serviço de hemodiálise vai minimizar o sofrimento dos renais crônicos que necessitam desse processo e são obrigados a se deslocar para fazer o tratamento em Campo Grande.

Com Assessoria