Veterinário Francisco discute com entidades legislação sobre microchipagem de animais

Veterinário Francisco discute com entidades legislação sobre microchipagem de animais

COMPARTILHAR
Vereador veterinário Francis em reunião sobre chipagem na Capital.

Nesta semana, por propositura do Vereador Veterinário Francisco Gonçalves (PSB), estiveram reunidos na Subsecretaria do Bem-Estar Animal representantes de vários órgãos e entidades para a discussão sobre a microchipagem de animais em Campo Grande.

No encontro foram atualizadas as informações sobre o andamento do desenvolvimento do programa que será utilizado para o cadastro dos animais microchipados e seus respectivos tutores, e também os profissionais que se habilitarão para realizar a microchipagem. Durante a reunião foram ainda discutidos alguns pontos específicos do Projeto de Lei que irá determinar quais as regras para o cadastro e também suas penalidades.

“Com essa reunião conseguimos ajustar os últimos pontos do Projeto de Lei que será apresentado na Câmara Municipal para atualização da atual legislação. A microchipagem trará vários benefícios aos animais, como a devolução aos seus tutores em caso de fuga, e também trará aos tutores mais responsabilidade, visto que se encontrado animal abandonado ou com sinais de maus tratos, o tutor poderá ser responsabilizado”, explicou o Vereador Veterinário Francisco.

Além do Vereador Veterinário Francisco, participaram a Subsecretária do Bem-Estar Animal (SUBEA) Dra. Ana Cristina Camargo, a Coordenadora do Centro de Controle de Zoonoses Dra. Juliana Resende, a médica veterinária Dra. Paula Helena e o Presidente Dr. Rodrigo Piva, representando o Conselho Regional de Medicina Veterinária de Mato Grosso do Sul, a médica veterinária Dra. Márcia Chaves, representando a Associação Nacional de Clínicos Veterinários de Pequenos Animais de Mato Grosso do Sul (ANCLIVEPA/MS), além do Diretor de Projetos, Luiz César, representando a Agência Municipal de Tecnologia da Informação e Inovação (AGETEC), e Otanael da Silva, presidente do Conselho Municipal do Bem-Estar Animal (COMBEA).

Com Assessoria